Uma quinta na escola

By 6 Agosto, 2011Local

A CNJ – Confederação Nacional de Jovens Agricultores e do Desenvolvimento Rural, responsável pela Feira Rural do PN, avança, agora, para um outro projecto que tem como objectivo a criação de quintas pedagógicas nas escolas públicas e privadas do Parque. Luís Saldanha fala-nos um pouco sobre ele.


Este projecto vem alertar para o facto de “nos últimos anos ter-se verificado um afastamento de uma franja significativa da sociedade, em relação ao mundo rural, um desconhecimento em relação à origem dos produtos alimentares e suas funções, uma alteração nos hábitos alimentares, o aumento de doenças associadas a distúrbios alimentares e um maior sedentarismo com impacto negativo ao nível da saúde.” Neste sentido, o projecto consiste na realização de acções em espaço escolar, com o objectivo de sensibilizar, formar e informar os mais jovens, sobre a importância da agricultura e dos seus produtos na promoção de uma alimentação saudável e desenvolvimento de uma sociedade sustentável.
Para Luís Saldanha, “uma quinta na escola procura precisamente envolver a comunidade escolar, especialmente os alunos, neste mundo dos frutos e legumes, suas origens, suas histórias, seus modos de produção e benefícios. Para isso, com este projecto, pretende desenvolver actividades com os alunos, em sala e espaço aberto, com a construção de uma horta/jardim pedagógico, aonde possam ter contacto com as plantas, o solo, a água e todo os processos de cultivo, de modo a dotar os jovens de um maior conhecimento sobre os produtos que consomem ou possam vir a consumir.” O responsável desta confederação adianta, ainda, que “pretende-se, também, que com as actividades a desenvolver, os alunos adquiram uma maior consciência ambiental e reconheçam a importância da agricultura para um desenvolvimento sustentável, tendo em conta as boas práticas utilizadas assim como os diferentes modos de produção, modo de produção biológica, modo de produção integrada, entre outros, sem esquecerem o meio em que se encontram envolvidos.”
Os objectivos principais são: melhorar o conhecimento sobre os alimentos que consomem; terem consciência da importância de uma alimentação saudável; conhecer as funções dos diversos alimentos; conhecerem a importância da agricultura na alimentação; conhecerem o papel da agricultura para um desenvolvimento sustentável; obterem maior consciência ambiental.
Luís Saldanha conclui referindo que “as acções a realizar serão efectuadas por dinamizadores da CNJ, com o apoio dos professores se se entender necessário ou for oportuno, funcionando como um laboratório da sala de aula, a título de exemplo, na matemática para determinação de volumes, áreas, perímetros, estatística ou podem ser inseridas em actividades extra curriculares. “

Leave a Reply

Ficha Técnica

Director: Miguel Ferro Meneses

Redacção: Ana Penim; André Ribeirinho; Carmo Miranda Machado; Conceição Xavier; Diogo Freire de Andrade; Miguel Soares; Paulo Andrade; João Bernardino; João Catalão; José Teles Baltazar; Pedro Gaspar; Rita de Carvalho; Sara Andrade; Sónia Ferreira

Fotografia: Miguel Ferro Meneses

Direcção Comercial: Bruno Oliveira (Directo - 966 556 342)

Revisora: Maria de Lurdes Meneses

Produção: Central Park

Impressão: GRAFEDISPORT Impressão e Artes Gráficas, SA

Tiragem: 13.500 Exemplares

Proprietário: Central Park Sede Social: Passeio do Levante - Lote 4 - Torre Sul 1990 -503 LISBOA

Nr. de Registo ICS: 123 919

Depósito Legal: nº. 190972/03

Email: geral@noticiasdoparque.com