Prémio InAQUA

By 23 Janeiro, 2013Local, Videos

Comunicado do Oceanário de Lisboa:

A segunda edição do Fundo InAqua teve como vencedor o projeto PAELORIS, tendo sido anunciado dia 22, durante a cerimónia de entrega do prémio, realizada no Oceanário de Lisboa, e que contou com a presença dos representantes dos projetos candidatos, das marcas financiadoras, Il Cafè di Roma, Hard Rock Cafe Lisboa e Throttleman, entre outros representantes de instituições de investigação e do setor empresarial.

Ao todo foram 15 os projetos que apresentaram candidaturas ao Fundo InAqua, criado com o objetivo de estimular o setor empresarial e a sociedade civil a envolverem-se ativamente na conservação dos ecossistemas aquáticos. O projeto vencedor recebeu o montante de 15 mil euros doados em exclusivo pelos atuais financiadores. Desde o lançamento da primeira edição em 2010, este Fundo já angariou 40.000€.

“Rias, estuários e lagoas de Portugal – conhecer e conservar ” foi o tema desta segunda edição. A iniciativa pretendeu apoiar projetos que, direta ou indiretamente contribuam para a proteção e conservação destas zonas e que promovam a manutenção da sua elevada biodiversidade. Os sistemas lagunares são de extrema importância a nível regional, apresentando um óbvio valor ecológico, científico, económico e social.

O interesse das marcas envolvidas e financiadoras fundamenta-se essencialmente na sua estratégia de responsabilidade social e ambiental. Atualmente, também o valor económico e social que o mar e os oceanos representam e o potencial emocional de envolvimento da sociedade numa causa que apoie a conservação dos ecossistemas aquáticos são fatores que aproximam as marcas desta iniciativa consolidada pelo Oceanário de Lisboa e pelo National Geographic Channel.

O Hard Rock Cafe Lisboa (HRC) integrou a imagem de três espécies do Oceanário nos seus famosos pins de colecionador, tendo as receitas revertido em 30% para o Fundo InAqua. Paralelamente, em promoção desta iniciativa a cantora Ana Free atuou no HRC, num concerto acústico, juntando-se a esta missão e contribuindo para a conservação dos ecossistemas aquáticos através da sua música.

O Il Caffè di Roma realizou a campanha “Peça um café. Ajude a salvar os oceanos!”, através da qual, por cada café vendido, a marca contribuiu com dois cêntimos para o Fundo InAqua.

A Throttleman apoiou a primeira edição através da venda da linha de t-shirts de algodão orgânico, produzida no âmbito da campanha solidária “Throttleman apoia os Oceanos”. A marca voltou a estar presente na edição que foi agora apresentada.

A aposta na criação do “InAqua – Fundo de Conservação by Oceanário de Lisboa e National Geographic Channel”, enquadra-se no âmbito das suas missões que se identificam num pilar comum: a conservação da biodiversidade. Aumentar o interesse da sociedade pela conservação dos ecossistemas aquáticos, bem como contribuir para a promoção de projetos de conservação em Portugal são dois objetivos que os organizadores se propõem a alcançar com este projeto.

Para mais informações sobre o “InAqua – Fundo de Conservação by Oceanário de Lisboa e National Geographic Channel”, consultar www.oceanario.pt/inaqua.

SINOPSE DO PROJETO VENCEDOR

“PAELORIS” – Caracterização e proteção das espécies nativas de bivalves nas lagoas costeiras da Barrinha de Mira, Lagoa de Mira, Lagoa da Vela e Lagoa das Braças

Paeloris, que em latim significa mexilhão, foi o nome escolhido pelo projeto apresentado pela UTAD – Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, que é coordenado pela Professora Doutora Simone Varandas.

As lagoas costeiras: Barrinha de Mira, Lagoa de Mira, Lagoa da Vela e Lagoa das Braças, que se localizam no Litoral Centro de Portugal são zonas húmidas de grande produtividade e riqueza natural, estando integradas no sítio rede natura 2000: Dunas de Mira, Gândara e Gafanhas.

As comunidades de bivalves locais, também designados náiades ou mexilhões de água-doce, são elementos integrantes daqueles ecossistemas húmidos e têm uma grande importância funcional e ecológica. Outrora abundantes nos ecossistemas aquáticos, são atualmente um dos grupos de organismos mais ameaçados e em risco de extinção.

Com o desenvolvimento do projeto PAELORIS serão caracterizadas e quantificadas as espécies nativas de bivalves de água doce, no sentido de colmatar uma lacuna no que se refere ao conhecimento destas espécies nestes sistemas lagunares, contribuindo assim para um maior conhecimento, proteção e preservação destes ecossistemas.

Ficha Técnica

Director: Miguel Ferro Meneses

Redacção: Ana Penim; André Ribeirinho; Carmo Miranda Machado; Conceição Xavier; Diogo Freire de Andrade; Miguel Soares; Paulo Andrade; João Bernardino; João Catalão; José Teles Baltazar; Pedro Gaspar; Rita de Carvalho; Sara Andrade; Sónia Ferreira

Fotografia: Miguel Ferro Meneses

Direcção Comercial: Bruno Oliveira (Directo - 966 556 342)

Revisora: Maria de Lurdes Meneses

Produção: Central Park

Impressão: GRAFEDISPORT Impressão e Artes Gráficas, SA

Tiragem: 13.500 Exemplares

Proprietário: Central Park Sede Social: Passeio do Levante - Lote 4 - Torre Sul 1990 -503 LISBOA

Nr. de Registo ICS: 123 919

Depósito Legal: nº. 190972/03

Email: geral@noticiasdoparque.com